Entorse no joelho

3 danos causados pela entorse de tornozelo

A entorse de tornozelo é uma lesão de alta incidência na população, pois pode ocorrer em situações rotineiras, como, por exemplo, durante atividades físicas, afazeres domésticos ou até ao caminhar. Apesar de ser tratável, a sua evolução pode trazer danos permanentes.

Quer saber quais? Basta continuar a leitura deste post. A seguir, entenda tudo sobre as sequelas mais comuns provocadas por essa lesão.

O que é uma entorse de tornozelo?

Trata-se de uma condição muito comum em esportistas, principalmente nos corredores profissionais. Ela ocorre quando há uma inversão excessiva do pé, durante uma corrida, salto ou qualquer atividade que exija o movimento dos pés.

Ainda, a entorse de tornozelo pode ocorrer por diferentes causas, sendo as mais recorrentes:

  • fraqueza muscular;
  • ligamentos frouxos;
  • pisada em superfície irregular;
  • uso de calçado inapropiado;
  • forte impacto;
  • pisada supinada ou pronada;
  • lesões recorrentes no tornozelo;
  • movimentos bruscos de rotação com os pés.

Além da dor intensa, o indivíduo pode ter dificuldade para andar ou ficar de pé, pode ocorrer inchaço e a presença de hematoma nos tornozelos. Independente dos danos que possa causar, é imprescindível que um profissional avalie a região após uma entorse.

Quando esta lesão não é tratada de forma correta, ela pode se agravar para um quadro crônico. Dessa forma, podem ocorrer novas torções, causando danos graves no tornozelo. Conheça mais sobre eles nas próximas linhas.

Complicações causadas pela entorse de tornozelo

1# Artrose do tornozelo

Trata-se do desgaste da cartilagem de uma articulação, como o tornozelo e o pé. Apesar de não ocorrer com muita frequência, este tipo de artrose surge em função do não tratamento de um traumatismo, tais como, entorses, contusões e fraturas.

Na maioria dos casos, os sintomas são dor na região, rigidez da articulação e limitação de movimentos. O tratamento consiste no uso de anti-inflamatórios, medicamentos que melhoram a lubrificação do tornozelo ou, em casos graves, cirurgia para fixação dos ossos (artrodese).

2# Instabilidade crônica

Trata-se da recorrência de entorses que persistem por longos períodos, provocando a sensação constante de que o pé não está firme o suficiente ao pisar na superfície, como se a articulação estivesse falhando.

Geralmente, é causada pela má cicatrização ou pela falta de tratamento de uma entorse de tornozelo. Isso porque os ligamentos não estão recuperados e ficam enfraquecidos, provocando a instabilidade.

3# Lesões condrais

Trata-se de uma alteração na cartilagem articular, um tecido delicado que permite que o tornozelo trabalhe sem sofrer desgastes. Elas podem ser pontuais, quando são causadas por um trauma ou por uma entorse, ou difusas, como um afilamento generalizado.

Na maioria das vezes, a lesão condral acomete os praticantes de esportes de impacto. O tratamento consiste na aplicação de colágeno no local, redução da prática esportiva e fortalecimento muscular.

Neste post, você conheceu alguns dos principais danos causados pela evolução de uma entorse de tornozelo. A melhor forma de evitá-los é iniciar o tratamento ao primeiro sinal de dor na articulação.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Luís!

Comentários
Avatar

Posted by Dr. Henrique Rios