Artrite infecciosa

O que é artrite infecciosa?

A artrite infecciosa é uma patologia causada por bactérias e geralmente infecciona o tecido e o líquido de uma articulação. Raramente a doença é provocada vírus ou fungos, mas essa possibilidade não está descartada.

Normalmente, os pacientes apresentam inchaço, febre e dor, que podem evoluir com o passar dos dias. Por isso é comum o especialista prescrever antibióticos durante o tratamento. Neste artigo você ainda fica por dentro dos tipos, dos sintomas, das possíveis causas e também das opções de tratamento. Leia até o final e confira na íntegra.

Quais são os tipos de artrite infecciosa?

No geral, ela é classificada em 2 tipos: aguda e crônica. No primeiro caso, as bactérias são as responsáveis pela manifestação da doença. Geralmente ela surge muito rápido e afeta tantos as pessoas em situação de risco quanto as saudáveis.

Nesse caso, a cartilagem interna da articulação é danificada num curto espaço de tempo. Ou seja, o tecido essencial para o funcionamento normal da articulação é destruído em questão de horas ou dias.

Já no segundo caso, o processo é gradual e pode levar semanas. No entanto, o problema não é menos grave. Pois, nessa circunstância, os pulsos, os joelhos, o quadril, os cotovelos e as articulações dos dedos são atingidos.

Quais são as causas da doença?

As bactérias, sem sombra de dúvidas, são os principais agentes patogênicos da artrite infecciosa. Normalmente elas se espalham pela articulação depois de infectarem alguma ferida ou caírem na corrente sanguínea. Portanto a infecção é direta, seja por meio de uma cirurgia, lesão ou injeção.

Vale acrescentar que a infecção também depende da faixa etária e do tipo de microrganismo. Por exemplo, as crianças muito pequenas são mais suscetíveis aos bacilos Gram-negativos, estreptococos e estafilococos. Ao passo que as crianças maiores, os adolescentes e os adultos estão sujeitos aos gonococos, estreptococos e estafilococos.

Além disso, as espiroquetas (provoca sífilis e doença de Lyme), os parvovírus, o HIV, também causam problemas nas articulações.

Quem faz parte do grupo de risco?

Normalmente, as pessoas com idade avançada, doenças crônicas, anemia falciforme, hemofilia, infecções de pele são mais suscetíveis. Contudo, a lista é extensa, pois também inclui aquelas que usam drogas injetáveis, consomem álcool exageradamente, fazem tratamento de hemodiálise. Enfim, essas estão mais propensas à patologia.

Quais são os sintomas?

Os sinais variam dependendo do tipo de artrite infecciosa. Na aguda, por exemplo, o local atingido fica quente, rígido, avermelhado e extremamente dolorido. Por isso é comum o paciente ter calafrios e febre.

Já na crônica, o inchaço é gradual, mas também há sinas de vermelhidão e calor na área afetada. Portanto, não é o tipo que desaparece rapidamente com a administração de antibióticos, porque para combater fungos e microbactérias implica uso de medicação específica.

Quais são as opções de tratamento?

O médico, a depender do quadro do paciente, pode prescrever antifúngicos ou antibióticos. Porém se a região estiver com retenção de líquido, também é recomendado ao paciente a remoção de pus. O tratamento ainda inclui fisioterapia focada na imobilização da articulação.

No geral, a artrite infecciosa provoca muita dor e as crianças pequenas tendem a ficar mais irritadas com essa manifestação. No entanto, a medicação indicada pelo especialista, aliada a outras frentes de tratamento ajudam a amenizar o quadro de sofrimento.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Luís!

Comentários
Avatar

Posted by Dr. Henrique Rios