Artrose

Artrose – sintomas, causas e tratamento



De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, dentre todas as doenças definidas como reumatismos, a artrose é a que ocorre com mais frequência, respondendo por cerca de 30% dos casos.

Por isso, é importante que estejamos atentos aos sintomas que ela produz. Assim, o diagnóstico poderá ser mais rápido. Nesse texto, você também vai conhecer as causas e os tratamentos disponíveis para essa patologia.

O que é artrose?

A osteoartrose, como também é conhecida, é o nome dado ao desgaste da cartilagem que recobre as extremidades dos ossos, ligamentos, membrana e líquido sinovial. Ela é dividida em dois tipos, primária e secundária.

A primária diz respeito aos casos em que não há uma causa identificada para esse desgaste. Quando é secundária, significa que a origem da doença é conhecida. A artrose pode ser causada por diversos fatores.

O termo artro, do grego, significa articulação, e ose, do latim, significa desgaste, ou seja, desgaste da articulação. As áreas mais afetadas são as mãos, os joelhos, as coxofemorais e a coluna.

As cartilagens articulares funcionam como uma rede de proteção que impede que um osso se choque com o outro. Elas são compostas por água, colágeno e proteoglicanos. No momento do impacto, as cartilagens são comprimidas e eliminam água do seu interior.

A doença ocorre quando há um maior volume desse líquido no interior da cartilagem. Ela é mais comum em pessoas acima dos 40 anos de idade.

Quais são os sintomas?

Quando o desgaste acomete pessoas com menos de 40 anos, ele é assintomático e evolui lentamente. Em pessoas com idade mais avançada, o sinal mais comum e apresentado pelos pacientes é a dor ao tentar realizar movimentos com as articulações.

Outros sintomas comuns são inchaço, rigidez dos membros, dor articular que piora durante a noite, imobilidade, perda de flexibilidade, presença de nódulos rígidos, sensação de formigamento e dormência nos membros inferiores e superiores.

Se o desgaste ocorrer nas articulações da coluna, o paciente pode apresentar dor lombar ou no pescoço, formação de nódulos enrijecidos nas mãos e aparência valga nos joelhos.

Quais são as causas?

Como mencionado anteriormente, a artrose primária não possui uma causa conhecida. Em alguns casos, ela pode surgir em razão de uma irregularidade na superfície articular, da obesidade ou pela prática excessiva de esportes de alto rendimento.

No tipo secundária, as causas variam bastante. O desgaste das articulações pode ocorrer, principalmente, como consequência de traumas, doenças reumatológicas inflamatórias, necrose óssea, doenças congênitas do esqueleto, doenças metabólicas e endócrinas.

Como é o tratamento?

O tratamento não retarda ou reverte a evolução do quadro clínico de artrose, mas auxilia no controle dos sintomas, permitindo que o paciente viva um vida normal e sem dor. Assim, a realização de exercícios aeróbicos e a utilização de analgésicos pode ser indicada.

Em alguns casos mais complexos, pode haver a recomendação cirúrgica. Os procedimentos que podem ser realizados variam de acordo com a região desgastada. As intervenções mais comuns são:

  • Artroplastia: consiste na substituição integral ou parcial da articulação por uma prótese;
  • Artrodese: é a cirurgia para fusão de dois ossos, muito realizada na coluna;
  • Osteoplastia: é o procedimento de remoção e higienização cirúrgica dos ossos deteriorados;
  • Osteotomia: consiste na mudança do alinhamento dos ossos por meio da secção de partes ósseas.

Já sabe tudo sobre a artrose? Contudo, não tome nenhuma medida sem ser avaliado por um médico especialista. Quer saber mais? Clique no banner.



Comentários
Powered by Rock Convert
Avatar

Posted by Dr. Henrique Rios