Miosite

Miosite: sintomas, causas e tratamentos

A Miosite faz parte do grupo de patologias reumáticas autoimunes. Geralmente ela provoca inflamação nos músculos, mas também, a depender do caso, pode atingir outras partes do corpo como intestino, coração, articulações, pele. Nesse caso, além da inflamação crônica, a doença causa muita fraqueza nos músculos.

Para que você tenha uma ideia, nessa condição, o paciente tem dificuldade de subir as escadas, levantar da cadeira, subir os braços acima dos ombros, dada a fragilidade física imposta pela enfermidade.

Normalmente a Miosite se manifesta nas pessoas entre 40 e 60 anos, contudo, as crianças e os adolescentes, entre 5 e 15 anos, podem ser acometidos.

Nos adultos, a debilidade pode causar morte, porque juntamente com a doença também se manifestam outras condições relacionadas à desnutrição, pneumonia, insuficiência respiratória, dificuldade de engolir os alimentos.

Já as crianças e os adolescentes podem sofrer perfuração intestinal, uma vez que ela provoca inflamação nos vasos sanguíneos responsáveis pela irrigação do intestino. Viu como isso pode ser sério? Então, confira os sintomas, as causas e os tratamentos neste artigo que preparei!

Quais são os sintomas da Miosite?

A fraqueza muscular é uma das características principais dessa doença autoimune, que pode piorar com o passar do tempo. Mas nessa lista ainda acrescento: fadiga, dor articular, febre, perda de peso, alterações na pele.

Para que você tenha uma ideia, em algumas casos, a patologia provoca arritmia, falta de ar, tosse, vômitos com sangue, dor abdominal acentuada e fezes negras. Então, a fim de esclarecer a distinção nos sinais, apresento alguns tipos comuns da enfermidade:

Miosite por corpos de inclusão

Nesse caso, o indivíduo pode sofrer quedas frequentes, dores, encolhimento do principal músculo da coxa, além de fraqueza no antebraço, nos joelhos, nos músculos garganta e nos músculos dos dedos.

Dermatomiosite

Normalmente, as erupções de pele desiguais, roxas ou avermelhadas, estão associadas a esse tipo. E elas geralmente aparecem nas bochechas, nos braços, nos cotovelos, nos joelhos, nos dedos, no nariz, nas pálpebras, na parte superior do tórax e nas costas.

Polimiosite

A fraqueza nos dedos dos pés e das mãos, bem como a fragilidade nos músculos, além das coxas, braços, quadris, costas, pescoço começam de forma gradual e pioram com o passar do tempo.

Quais são as causas da doença?

Assim como ocorre com algumas doenças autoimunes, essa também é de causa desconhecida. No entanto, as manifestações podem estar relacionadas com o sistema imunológico. Portanto, quando o próprio organismo ataca as células e os tecidos saudáveis.

Quais são as opções de tratamento?

Na maior parte das vezes, a depender do quadro do paciente, o tratamento é feito a base de corticoides, imunossupressores e, às vezes, imunoglobulinas. Vale acrescentar que a medicação administrada por um longo período tende a provocar alterações de humor, glicemia alta, riscos de fraturas, catarata e glaucoma. Portanto, a automedicação pode ser perigosa.

O diagnóstico de doenças autoimunes implica critérios estabelecidos e exames bastante específicos. Por isso, as suspeitas de Miosite, para serem comprovadas, devem ser analisadas por um especialista. Afinal de contas, o tratamento precisa passar pelo olhar atendo do médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Luís!

Comentários
Avatar

Posted by Dr. Henrique Rios