Hérnia de disco na gravidez

Como aliviar as dores da hérnia de disco na gravidez

Como aliviar as dores da hérnia de disco na gravidez

A hérnia de disco acontece quando o núcleo gelatinoso de um disco vertebral se move para algum lado da coluna, perdendo seu formato ovalado. Como esse núcleo gelatinoso tem a função de amortecer as vértebras, protegendo-as dos impactos do movimento e dando-as mobilidade, seu deslocamento faz com que os nervos se comprimam, por isso, a origem da dor. 

A hérnia pode ser cervical, quando atinge a região do pescoço; torácica, quando afeta o meio das costas; lombar, quando está localizada na região mais baixa das costas. Além disso, ela é caracterizada conforme sua gravidade. Portanto, a hérnia pode ser:

  • Protusa: é o estágio em que o disco perde sua forma oval, mas permanece íntegro.
  • Extrusa: aqui, o núcleo do disco perde por completo o seu formato ovalado e assume o aspecto de uma gota, ficando estreito em uma das extremidades e maior na outra extremidade.
  • Sequestrada: neste caso, o núcleo se move completamente do local, chegando a se separar do disco. Há casos em que o disco vertebral se divide em partes.

A hérnia de disco na gravidez pode provocar muitas dores e incômodos na mulher. Descubra neste artigo como aliviar os sintomas.

O que pode provocar a hérnia de disco durante a gravidez?

Na gravidez, a hérnia de disco pode ser desencadeada por uma série de fatores. Dentre eles, estão:

  • ganho de peso durante o período gestacional;
  • falta de tonificação da musculatura;
  • alteração que ocorre na coluna cervical, assim como do centro gravitacional da mulher.

Além disso, é importante lembrar que algumas pessoas possuem predisposição genética para o surgimento de hérnia. 

Como aliviar as dores da hérnia na gravidez?

A dor provocada pela hérnia de disco é agravada em casos de gravidez. Isso acontece devido à própria condição em que a mulher se encontra. Por exemplo, o peso aumentado faz com que as articulações fiquem ainda mais sobrecarregadas; a falta de atividade física faz com que a musculatura não tenha a tonicidade necessária para suportar mais a dor.

Soma-se a isso, a proibição de uso de medicamentos para o alívio dos sintomas. Além disso, a lordose provocada pela gravidez também contribui para que a grávida sinta ainda mais dores. 

Portanto, ao sentir incômodos provocados pela hérnia, a mulher deve procurar alternativas de tratamento. Veja algumas opções, a seguir.

Tratamento para a hérnia de disco na gravidez

Fisioterapia

A fisioterapia possui alguns recursos para aliviar as dores provocadas pela hérnia. Dentre eles, está o uso de faixas adesivas, que ajudam a segurar a barriga. Além disso, alguns tipos de alongamentos são capazes de aliviar a dor, uma vez que eles ajudam a descomprimir a coluna. 

Repouso

Outra maneira de aliviar a dor é por meio do repouso. Para isso, a gestante deve deitar-se de lado e colocar um travesseiro entre as pernas.

Pilates

O Pilates pré-natal auxilia na tonicidade muscular. Com os músculos mais fortes, a coluna sofre menos com os impactos provocados pela gravidez.

Atividades na água

Natação e hidroginástica também auxiliam na fortificação da musculatura. Como dentro da água o impacto na articulação é muito baixo, atividades aquáticas são muito indicadas na gravidez. 

É importante lembrar que todas as atividades devem ser recomendadas por um médico especialista e acompanhadas por profissionais. A opção cirúrgica é levada em consideração apenas em casos muito graves e quando o tratamento convencional para a hérnia de disco na gravidez não surtiu efeito. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Luís!

Posted by Dr. Henrique Rios in Todos
Quem tem hérnia de disco pode engravidar?

Quem tem hérnia de disco pode engravidar?

Entre as vértebras da coluna existe um núcleo gelatinoso, que tem o objetivo de amortecer os impactos de movimentos nessas estruturas. Quando esse núcleo gelatinoso se move e perde seu formato ovalado, dá origem à hérnia de disco. O seu deslocamento faz com que os nervos se comprimam, gerando dor para o indivíduo. 

No Brasil, cerca de dois milhões de pessoas possuem hérnia de disco. Esse tipo de hérnia pode atingir qualquer área da coluna vertebral:  pescoço, meio das costas e lombar. 

A hérnia de disco na gravidez, assim como outros problemas de coluna, são comuns nessa fase da mulher.

Elas surgem devido às alterações que o corpo feminino passa durante a gestação: mudança do centro gravitacional; aumento de peso; crescimento da barriga; lordose lombar. 

Por ser um problema que provoca dor e, em muitos casos, uma intervenção cirúrgica pode ser necessária. Por isso, algumas mulheres possuem a dúvida: quem tem hérnia de disco pode engravidar? 

Quais são os tipos de hérnia de disco?

A hérnia, quando atinge a coluna vertebral, possui três tipos. Eles são caracterizados de acordo com sua gravidade. Portanto, a hérnia de disco pode ser: 

  • Protusa: é o estágio em que o disco perde sua forma oval, mas permanece íntegro;
  • Extrusa: aqui, o núcleo do disco perde por completo o seu formato ovalado e assume o aspecto de uma gota, ficando estreito em uma das extremidades e maior na outra extremidade.
  • Sequestrada: neste caso, o núcleo se move completamente do local, chegando a se separar do disco. Há casos em que o disco vertebral se divide em partes.

Sintomas da hérnia de disco

Os sintomas da hérnia irão variar de acordo com o local em que ela se desenvolveu. Portanto, as dores podem ter origem nas seguintes regiões.

Cervical

Como a hérnia, neste caso, atinge a região do pescoço, a compressão do nervo vai proporcionar sintomas, como:

  • dor irradiante para os ombros e/ou braços;
  • dificuldade de movimentar e rigidez na nuca ombros e escápula;
  • fraqueza e dificuldade de movimentar os braços;
  • formigamento nos braços.

Torácica

  • dor intensa nas costas;
  • dor que irradia para baixo: segue para as nádegas, pernas e pés;
  • fraqueza nas pernas;
  • dificuldade de andar.

Lombar

  • dor anal, no quadril e no púbis;
  • dor que irradia para as costelas;
  • dificuldade ou dor ao andar e fazer movimentos que dependem do tórax.

Tenho hérnia de disco posso engravidar?

A resposta é sim! No entanto, quem já possui algum problema relacionado à hérnia de disco, deve se preparar antes da gravidez. Para isso, é necessário que a mulher fortaleça a musculatura da lombar.

Antes da gestação, ela deve realizar exercícios e deixar tanto a coluna quanto o restante do corpo preparados, para que as mudanças proporcionadas pela gestação não gerem um impacto negativo na coluna. 

Como a dor é um dos principais sintomas da hérnia e, na gravidez, não é recomendado o uso de medicamentos, a mulher deve continuar com os exercícios fisioterapêuticos para o tratamento da dor. O uso de remédios só é possível quando há indicação médica. 

A hérnia de disco na gravidez pode ser tratada. Além disso, a hérnia não impede a mulher de engravidar.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Luís!

Posted by Dr. Henrique Rios in Todos
Hérnia de disco na gravidez: por que ocorre e como tratar?

Hérnia de disco na gravidez: por que ocorre e como tratar?

A gravidez é um momento delicado na vida da mulher. O organismo passa por uma série de mudanças para gerar um bebê e, com isso, o corpo sofre diversas consequências. Dentre elas, estão os problemas nas costas, que, com o crescimento da barriga, aumento de peso e aumento da lordose da lombar tende a ficar prejudicada.

Sendo assim, a hérnia de disco é uma das complicações que podem surgir nas costas durante a gravidez. Ela pode ser muito dolorida, já que é agravada pelo peso da barriga da gestante.

A hérnia de disco acontece quando o núcleo gelatinoso de um disco vertebral se move para algum lado da coluna, perdendo seu formato ovalado. Como esse núcleo gelatinoso tem a função de amortecer as vértebras, protegendo-as dos impactos do movimento e dando-as mobilidade, seu deslocamento faz com que os nervos se comprimam.  

A hérnia pode ser cervical, quando atinge a região do pescoço; torácica, quando afeta o meio das costas e lombar, quando está localizada na região mais baixa das costas. 

Tipos de hérnia de disco

A hérnia de disco possui três tipos:

Protusa

É o estágio em que o disco perde sua forma oval, mas permanece íntegro.

Extrusa

Aqui, o núcleo do disco perde por completo o seu formato ovalado e assume o aspecto de uma gota, ficando estreito em uma das extremidades e maior na outra extremidade.

Sequestrada

Neste caso, o núcleo se move completamente do local, chegando a se separar do disco. Há casos em que o disco vertebral se divide em partes.

Quais são as causas da hérnia de disco na gravidez?

Na gravidez, é comum que a mulher tenha alterações na coluna, principalmente na lombar. Neste caso, a hérnia surge devido às próprias características da gestação, como aumento de peso, inchaço e sobrecarregamento da coluna. Essa região é prejudicada pela mudança do centro de gravidade do corpo da mulher.

Sintomas da hérnia de disco

A gestante que possui hérnia de disco pode ter sintomas mais intensos, devido à gravidez. Portanto, ela pode ter:

  • dor intensa nas costas, que pode irradiar para o bumbum ou pernas;
  • dormência, formigamento e fisgadas nas costas, virilha, perna e bumbum.

Tratamento da hérnia de disco na gravidez

O tratamento de hérnia de disco em mulheres grávidas deve ser realizado com o objetivo de atenuar a dor.  Como primeira opção, a mulher deve fazer compressas e repousar. Medicamentos devem ser tomados apenas com liberação médica, quando a dor não cessar. 

Além disso, é recomendável que a gestante faça fisioterapia para auxiliar no combate à dor. Faixas adesivas e repouso com apoio de um travesseiro nas pernas também podem ser utilizados. Existem outros tipos de tratamentos, como a osteopatia e a acupuntura. 

Quando as dores cessarem, é importante que a gestante pratique atividades, como o pilates, com o objetivo de fortalecer a musculatura das costas e evitar, dessa maneira, uma nova crise.

A cirurgia é indicada apenas em casos em que a fisioterapia e os medicamentos não surtiram o efeito e a mulher sofre com as dores provocadas pela hérnia de disco na gravidez.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Luís!

Posted by Dr. Henrique Rios in Todos